Casa dos Bernardos - Gerês

Este foi um Fim de Semana daqueles bons!

Daqueles em que preparamos tudo e vamos por aí com os amigos. Digo preparar, porque com um bebé de 20 meses, há que preparar bem as sopas, os lanches,as roupas quentes, se precisa de gorro ou luvas, se vai com algo mais fresco, se leva aquele brinquedo preferido, se tem fraldas suficientes, para não contar com o Ben-U-Ron e afins... Enfim, uma panóplia de coisas e quando vamos a ver, uma mala de 10kg é só para ele! E nós levamos apenas uma camisolinha e umas calças práticas para andar a correr atrás da cria...!

Desta vez fomos até ao Gerês, mais propriamente até Terras de Bouro e ficamos alojados na Casa dos Bernardos, que podem espreitar e fazer reserva Aqui.

A Casa dos Bernardos é uma construção em alvenaria tradicional, estrategicamente edificada (protegida do norte, voltada a sul e dominando toda a produtiva veiga de Campos Abades) e situa-se na Freguesia de Santa Isabel do Monte, a 10 quilómetros da sede do concelho de Terras de Bouro.

Hoje, recuperada e adaptada ao turismo em espaço rural, com a sua capela decorada em estilo 'naïf', o regato que atravessa o terreiro, o maior espigueiro do Concelho com cerca de 16 metros de comprimento, com capacidade para arrecadar 18 carros de pão (espigas de milho), é o local ideal para uns dias de repouso ou para sessões de trabalho que exijam isolamento. Aqui se frui do sossego da montanha, da pureza dos ares e da água, da possibilidade de realizar excelentes passeios a pé, a cavalo (o garrano), de bicicleta ou de carro, desfrutando de interessantes vestígios arqueológicos (mamoas - covas da moura, castros), fojos do lobo, miradouros, caminhos dos peregrinos (5. Bento da Porta Aberta e Senhora da Abadia), da proximidade do Parque Nacional da Peneda-Gerês, da via romana (Geira) que ligava Braga a Astorga, da fauna e flora autóctones, etc.

Mal chegamos, fomos recebidos pela D. Dina, a Senhora que vive ao lado e recebe os hóspedes da melhor maneira! Uma simpatia de Senhora, que arranjou forma de assar as nossas castanhas (não fosse fim de semana de S. Martinho)! Isto, porque apesar de ter cozinha equipada com fogão, infelizmente não tem forno. A casa já estava com o aquecimento ligado e os quartos bem aconchegantes.

 Foi um fim de semana bem passado, só foi pena não termos tido tempo de aproveitar mais o Gerês, mas a cozinha e o gin foram mais fortes que nós... ;)

Resumindo: Um espaço de eleição onde a natureza se combina na perfeição com o viver tradicional do homem minhoto.

Venham mais dias assim, com muita partilha e coisas boas

 

Modificado emsexta, 25 novembro 2016 15:07
(2 votos)
Ler 4357 vezes

Mais nesta categoria:

« Pregaria D`Avó

1 comentário

Deixe um comentário